Padre jesuíta é assassinado em ataque no Sudão do Sul

70

O primeiro jesuíta de nacionalidade queniana, o padre Victor Luke Odhiamboil, foi morto no Sudão do Sul na última quarta-feira (14) por um grupo de homens armados que atacou a residência dos jesuítas na cidade de Cueibet, no estado de Gok, informou hoje(16) a Companhia de Jesus, em comunicado.

Segundo o ministro da Informação de Gok, John Madol, durante o atentado nenhum outro jesuíta ficou ferido e uma pessoa foi presa.

“Com grande tristeza que soube da triste notícia de nossos amigos em Cueibet e morte violenta do padre Victor Luke Odhiamboil”, disse o padre Arturo Sosa em uma carta, superior geral da Companhia de Jesus. O religioso também fala de uma “grande dor” e evoca o falecido jesuíta como um mestre de “milhares de estudantes em Nairobi, no Quênia, e na Dar Es Salaam, na Tanzânia”.

“Deixa o seu nome, não só no Sudão do Sul, mas como primeiro jesuíta a morrer ao serviço da sua gente em toda a África Oriental”, finaliza. (ANSA)

Comentários