Número de mortos em atentado na Somália sobe para 41

148
epa07153716 A body is seen at the scene of explosions outside a hotel in Mogadishu, Somalia, 09 November 2018. Media reports say at least 10 people were killed after twin car bombs exploded near a hotel in the Somali capital on 09 November. Somalia's Islamist militant group al-Shabab often carries out such attacks in the capital targeting the country's western-backed government. EPA/SAID YUSUF WARSAME ATTENTION: GRAPHIC CONTENT

O balanço do atentado com viaturas explosivas nessa sexta-feira (9), perto de um hotel no centro da capital da Somália, Mogadíscio, aumentou para pelo menos 41 mortos, disse, neste sábado (10), fonte policial.

“O número de mortos aumentou. As informações que recebemos dos diferentes hospitais indicam que o número de mortos passou para 41 e que 106 pessoas ficaram feridas”, declarou à agência France Presse um responsável da polícia, Ibrahim Mohamed.

O anterior balanço era de “cerca de 20 mortos (…) e mais de 40 feridos”.

Segundo fontes da segurança e testemunhas, duas viaturas explodiram quase simultaneamente nas proximidades do hotel Sahafi e um homem-bomba explodiu depois em frente ao hotel, tendo ainda homens armados tentado entrar no estabelecimento, antes de serem abatidos.

“A maioria das pessoas [mortas] eram civis e perto de 20 morreram nos miniônibus que passavam no local na altura da explosão”, segundo Ibrahim Mohamed.

O ataque foi reivindicado pelos rebeldes ‘shebab’, que juraram derrubar o governo federal somali, apoiado pela comunidade internacional e pela força da União Africana na Somália (AMISOM), com cerca de 20 mil homens.

Expulsos de Mogadíscio em 2011, os rebeldes islamitas perderam desde então a grande maioria dos seus bastiões, mas controlam ainda vastas zonas rurais da Somália. Com informações da Lusa.

Comentários