Publicada em 14/09/2018 às 13:17

O Ser interior

... Guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. (Romanos 5:5; Provérbios 4:23)

Porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. (Romanos 5:5; Provérbios 4:23)

Em nosso modo de pensar, o coração representa os afetos. Enquanto a cabeça evoca melhor a inteligência e a reflexão. No ser humano, a Bíblia distingue espírito, corpo e alma (1 Tessalonicenses 5:23). O coração representa o ser interior (espírito e alma), enquanto o homem exterior corresponde ao corpo.

O ser interior do homem e seu corpo não se opõem, mas estão constantemente em comunhão. Os acontecimentos, os contatos com as outras pessoas, incluindo suas associações, têm impacto em nosso coração. Por outro lado, nossos pensamentos e decisões se exteriorizam por meio das ações.

Em nosso coração são elaborados os pensamentos, os projetos e se tomam as decisões que comprometem nossa responsabilidade. No centro de nossa pessoa encontra-se o contraste essencial com nossa aparência: “O homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração” (1Samuel 16:7).

Ao receber o Espírito Santo em seu coração, o crente recebe o amor de Deus. E este amor repercute sobre suas relações com os demais, os quais podem observar a paz e a alegria da vida que o crente recebeu de Deus.

Como podemos guardar nosso coração, centro e fonte da vida? Fugindo do mal, ocupando-nos com o bem, voltados para o Senhor Jesus Cristo. Sejamos verdadeiros, simples, humildes, sempre conscientes do amor divino.

Autor: chamada.com.br
Fonte: chamada.com.br

Comente com o Facebook