Publicada em 09/08/2018 às 17:06

Mais de Deus - Por Pra. Elza Amorim Carvalho

E ser-me-eis por povo, e eu vos serei por Deus. Jeremias 30:22.

E ser-me-eis por povo, e eu vos serei por Deus. Jeremias 30:22.

Estamos vivendo em um tempo em que os valores ficaram invertidos,  o que antes era tido por mau, hoje é acatado por bem.

O que era proibido por ser errado, hoje, quer regularizar, porque acharem que é certo.
O que antes dizíamos serem trevas, hoje dizem ser luz. 
O que outrora manchava e denegria, hoje é moda, é modernidade.
Os muitos holofotes apagou o brilho da inteligência,  quem dera se ainda fosse a era das lamparinas, mas que as pessoas tivessem luz própria.
Tivessem, um pouco de clarão para iluminar tamanha escuridão que estar a imperar.

Hoje, chama de arte, a depravação.
Dizem ser bonito a distorção, 

Aplaude-se o incoerente o ilógico, 

Agridem-se, os bons conceitos e a valorização do bem;
Não mais vale o que si é, mas vale o que, e quanto, se tem.
Se alguém nada tem, este alguém não é ninguém. 

Quanta incoerência na sabedoria em vigor,  a vida passou a valer menos do que aquilo que se come.

Zelam-se as coisas que o tempo destrói; que corroem, que se perdem;

Banaliza-se os princípios éticos, os valores imutáveis, e desperdiçam a vida.    

Cuida-se mais dos irracionais, do que, da imagem e semelhança do Criador.
[...] mais valeis vós do que muitos passarinhos. Mateus 10:31

Dizem, há liberdade, mas a humanidade vive escravizada sob o julgo da ignorância, da falta de respeito, da intolerância, da insensatez.
Continuam-se, aprisionados por parte daqueles que julgam serem donos da verdade, que retém o poder, que manipula a massa.

A pura verdade é que; a força do mal estar a prevalecer.

Falam- se que as pessoas são livres, mas as pessoas vivem oprimidas sob julgo do terror.

O medo apavora,  a insegurança domina, o caos estar a prevalecer.
Prende-se quem furta um pão, e são absorvidos os verdadeiros ladrões. 
Condenam-se, se um menor for agredido, mas querem implantar lei que impeça muito de nascer. 

Perseguem-se quem leva as boas novas de salvação, mas apóiam quem ridicularizam o nome de Deus.

Questiona-se que Deus existe, mas aceitam que Satanás seja invocado em praças públicas.
Falam-se tanto da vida, mas semeia incansavelmente a morte.

Muitas coisas não dão para entender, eu não sei quanto a você, mas eu, cada dia que se passa, preciso mais de Deus.

Voltemo-nos, para o Senhor Deus, o Criador.

 

Pra Elza Amorim Carvalho. 
Essenciadedeus2012@gmail.

 

# Repasse esta mensagem, # alguém precisa lê-la.

Autor: Pra. Elza Amorim Carvalho
Fonte: Jornal Cristão

Comente com o Facebook