Publicada em 12/02/2018 às 14:49

Edu explica amistoso com a Alemanha: ''Não podemos negar o que aconteceu''

A Falta apenas dois amistosos antes de Tite anunciar, no início de maio, os convocados para a Copa do Mundo da Rússia. E um desses compromissos vai marcar um reencontro. No próximo dia 27 de março, em Berlim, Brasil e Alemanha vão se enfrentar pela primei

20170915110928_59bbdf18ced99A Falta apenas dois amistosos antes de Tite anunciar, no início de maio, os convocados para a Copa do Mundo da Rússia. E um desses compromissos vai marcar um reencontro. No próximo dia 27 de março, em Berlim, Brasil e Alemanha vão se enfrentar pela primeira vez após o 7 a 1. Segundo o coordenador técnico da Seleção, Edu Gaspar, o amistoso era um objetivo da comissão técnica de Tite desde o início do trabalho em 2016.

 

- A gente não pode negar o que aconteceu. A cicatriz existe e sempre vai existir. É uma realidade da história. Desde que essa nova comissão chegou, a gente queria enfrentar a Alemanha antes da Copa (da Rússia), para que a imprensa e nós mesmos possamos falar sobre o 7 x 1 - frisou o dirigente em entrevista à Reuters.

 

O Brasil até chegou a enfrentar a Alemanha na final da Olimpíada do Rio, mas o torneio é basicamente sub-23. Além dos alemães, Edu aponta ainda França, Bélgica e Espanha como os principais adversários na luta pelo hexacampeonato.

 

- A gente não se preocupa em falar em título na Rússia. A gente espera ter grande desempenho - disse ele à Reuters, repetindo o discurso de Tite.

 

Antes da Alemanha, o Brasil vai enfrentar a Rússia, em Moscou, no dia 23 de março. Na Copa do Mundo, a Seleção está no Grupo E com Sérvia, Costa Rica e Suíça.

Autor: G1
Fonte: G1

Comente com o Facebook